Item adicionado ao carrinho

Item removido do carrinho

 
 
 
 
Ver detalhes

Meu carrinho ({carrinho_nitens} itens)

Você ainda não possui compras em seu carrinho
 

ENGENHARIA CIVIL - PROVAS RESOLVIDAS e COMENTADAS DE CONCURSOS PÚBLICOS (2002 A 2008) - CESPE - VOLUME 3

  • Nº DE PÁGINAS : 192; FORMATO DO PAPEL: A4; CAPA: COLORIDA; CONTEÚDO: PRETO e BRANCO; ACABAMENTO: BROCHURA

R$ 109,00
em até 3x de R$ 36,33 sem juros
  • Indique este produto
  • Comentários
  • Visa
  • Mastercard
  • Boleto
  • 01x sem juros de R$ 109,00
    02x sem juros de R$ 54,50
    03x sem juros de R$ 36,33
    • 01x sem juros de R$ 109,00
      02x sem juros de R$ 54,50
      03x sem juros de R$ 36,33
      • Boleto BancárioBradescoR$ 109,00 à vista
        Mais informações sobre este produto

      Este material tem por objetivo servir de apoio para aqueles que prestam concursos públicos na área de Engenharia Civil. São 1070 questões resolvidas e comentadas (verdadeiro ou  falso), todas referentes aos conhecimentos específicos,  com o propósito de fazer com que o leitor entenda de forma clara e objetiva o assunto. Tendo em conta a dificuldade de encontrar material disponível na área e a extensa lista de conteúdos exigida para esses concursos, a intenção é que através deste material, o leitor consiga aprofundar conceitos, entrar em contato com o que está sendo exigido e se preparar para as provas escolhidas.
       

      DADOS DA OBRA
      ELABORAÇÃO:
      GICÉLI SANTOS DE CAMARGO; MÁRCIO DE FREITAS. 
      CAPA: GILSON CAMARGO


      PROVAS ESCOLHIDAS - INSTITUIÇÃO ORGANIZADORA (CESPE)

      - POLÍCIA FEDERAL - 2002;  
      - PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACAJU - 2003; 
      - SUPERIOR TRIBUNAL MILITAR - 2004; 
      - TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 16º REGIÃO (TRT-16) - 2005; 
      - MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE A FOME (MDSCF) - 2006; 
      - INMETRO - 2007; 
      - FUNDAÇÃO DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA (FUB) - 2008; 
      - PARANÁ PREVIDÊNCIA - 2002;
      - COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE (DESO) - 2003; 
      - POLÍCIA FEDERAL - 2004; 
      - COMPANHIA ESPÍRITO SANTENSE DE SANEAMENTO (CESAN) - 2005; 
      - MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE TOCANTINS (MPE-TO) - 2006; 
      - BANCO DA AMAZÔNIA (BASA) - 2007; 
      - INSTITUTO NACIONAL DE SEGURIDADE SOCIAL (INSS) - 2008.

       
      Seguem abaixo algumas questões para demonstração de como o material foi elaborado:
       
       

      O estudo da permeabilidade dos solos, que procura descrever suas propriedades relacionadas ao escoamento da água nessa matriz, é um fator importante para o entendimento da mecânica dos solos. Acerca dessa questão, julgue os itens seguintes.

       

      95 A Lei de Darcy é válida, prioritariamente, para escoamentos turbulentos.

      96 Para um mesmo solo, o coeficiente de permeabilidade varia em função do índice de vazios.

      97 A determinação do coeficiente de permeabilidade para solos arenosos pode ser feita com o permeâmetro de nível constante.

       

      Resolução:

      95. Falso - a lei de Darcy é válida para escoamento laminar, ou seja, escoamentos onde as trajetórias das partículas d?água não se cortam, devendo ser considerado para o estudo da permeabilidade na maioria dos solos naturais.

       

      96. Verdadeiro - o coeficiente de permeabilidade (k) é definido como sendo a velocidade média aparente (v) de um escoamento da água através da área total (vazios + sólidos) da seção transversal do solo, sob um gradiente hidráulico unitário (i = 1), ou seja, v = k . i. O coeficiente de permeabilidade varia para os diferentes solos e, para um mesmo solo, depende essencialmente da temperatura e do índice de vazios. Quanto maior for a temperatura, menor é a viscosidade da água e, portanto, mais facilmente ela escoa pelos vazios do solo, pois k é inversamente proporcional à viscosidade da água. Quanto maior o índice de vazios do solo, mais fácil de ocorrer o escoamento da água pelo solo.

       

      97. Verdadeiro - o permeâmetro de nível constante é geralmente empregado para solos granulares (arenosos), isto é, para situações em que o coeficiente de permeabilidade é alto, onde k é determinado medindo-se a quantidade de água mantida a nível constante, que atravessa em um determinado tempo t, uma amostra de solo de seção A e altura L conhecidas. Já para solos argilosos, isto é, para situações em que o coeficiente de permeabilidade é baixo, dá-se preferência pela utilização do permeâmetro de nível variável.

       

      DOWNLOAD DE MAIS EXERCÍCIOS DEMONSTRATIVOS

                                                  

                         

      Opinião dos consumidores
      • 5 100% | 2 Votos
      • 4 00% | Nenhum voto
      • 3 00% | Nenhum voto
      • 2 00% | Nenhum voto
      • 1 00% | Nenhum voto
      Avaliação geral:55 de 5 estrelas
      E você, o que achou?
      Compartilhe sua opinião com a gente!
      Ver todos os comentários sobre esse produto
       
      Copyright® 2017 - Todos os Direitos Reservados